segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

๖ۣۜAWEN

 

Não era algo que só se referia a mim,
Não significava que eu fosse especial,
Era algo que todos os seres humanos poderiam conseguir
Caso conseguissem ver através do véu de mentiras que se criou ao nosso redor
Há tempos venho desvendando pequenas coisas sobre tudo o que me cerca, Motivos, e revoltas sem necessidade, coisas que exigimos sem nos dar


E agora tudo isso começa a ficar mais claro para mim,
Não que eu acredite em qualquer doutrina, ou siga qualquer coisa,
Mas acredito que em todas as coisas existentes,
Seres vivos ,doutrinas e mesmo alguns poemas, e músicas ,
Tudo isso tem uma mensagem subliminar que nos é emitida sutilmente, e na verdade você acaba "despertando" para o "real" num certo momento, porque tudo isso serve de gatilho para que seu "despertar" aconteça.


Eu dou muito valor aos meus sonhos,
É através deles que recebo a maioria de minhas mensagens
É através deles que conheço "pessoas" que me ajudam e me orientam.


Houve uma mudança em mim e então passei a procurar "coisas" que eu não sabia o que eram
Tive muitos sonhos que não entendi na hora

Eu me vi, e me vi como realmente sou...
Não uma forma como estou acostumada
Mas algo diferente, eu sou algo que eu não sou aqui,
Era como se eu fosse algo muito complexo para ser compreendido tão rápido.


Como se eu pudesse alcançar outros planos sem me mover
Como se eu tivesse tentáculos de energia que chegavam a outros planos, lugares, dimensões...
Como se eu fosse algo imenso conectada com outros que são assim como eu
Os "EU" verdadeiros
Todos conectados como numa enorme teia

Era como se eu visse um buraco negro
E então eu era o buraco negro
Era vazia e cheia ao mesmo tempo
Porque o que preenchia o vazio não era palpável
Era algo muito forte e ao mesmo tempo tão leve
Foi a maior sensação de paz que já fui capaz de sentir
E então, todos os sentimentos humanos que tenho compartilhado,
Todas estas sensações egoístas, melancólicas e tristes
Passaram a não fazer sentido
Como se eu estivesse perdendo tempo com isso
Isso não sou EU, nunca foi e nunca será.

(Nuit Engel)


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

ஜஜஜஜ Carta Para ELE ஜஜஜஜ

ۣۜSuas promessas parecem tão vazias agora

ۣۜNada sobrou daquilo que fomos um dia

ۣۜSomente a mágoa continua aqui

ۣۜAcreditei em sua promessa de proteção

ۣۜMas como o vazio poderá me proteger?

ۣۜVocê simplesmente se foi

ۣۜÀs vezes sinto seu toque e quase acredito que é real

ۣۜEnquanto eu ainda espero a cada noite por seu retorno.

ۣۜVivemos em mundos diferentes, eu sempre soube disso

ۣۜMas foi você quem me fez promessas

ۣۜE por mais que eu tente não consigo acreditar que você não voltará

ۣۜAinda mantenho a esperança infantil de ser surpreendida com sua chegada

ۣۜE embora esteja magoada, provavelmente o perdoarei assim que o sentir novamente...

(Raw Htien- Nuit Engel)


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

๖ۣۜLentamente ๖ۣۜDesaparecendo

Enquanto você apenas se afasta
Eu vou desaparecendo
Lentamente me diluindo
Meu corpo se transformando
A mesma densa matéria da qual são feitos os sonhos
Não posso existir enquanto você está aqui
Mas deixo de ser quando você não está
Lentamente me dissolvendo
Na tênue cortina do destino
Eu me rendo...


(Nuit Engel)

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Dreamless Days

Um corpo de luz ardente com aroma adocicado

Minha alma da luxuria

Eu o desejo

Vida e morte numa respiração única

O prazer em forma de energia

Som e Imagem

Minha espiral da morte

Eu desejo seu toque de fogo

Na melancolia dos dias te espero

Meu tempo está acabando

Um novo despertar flui através de mim

Na escuridão do universo nos encontraremos



(Nuit Engel)

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ne Me Quitte Pas

Não vá agora
Não me deixe
Ainda não me acostumei com essa idéia
Preciso de mais um tempo para assimilar isso tudo
Não sei se posso viver sem sua escuridão.
Será que ainda lembro como caminhar na luz?
Meus olhos ardem nessa nova realidade
Não, não vá ainda
Segure minhas mãos por mais um tempo
Deixe que eu sinta a segurança de seus braços
Me aperte forte e diga que não me deixará
Minta para mim
Me faça acreditar
Deixe-me sentir esta ilusão
Só mais um pouco
Não, não se vá...

(Nuit Engel)



domingo, 13 de novembro de 2011

Slept So Long


Eu vejo o inferno em seus olhos
Pega em surpresa
Tocar você faz com que me sinta viva
Tocar você faz com que eu morra por dentro...

(music)

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

O Começo do Fim


Que a espera não seja inútil
Inunda-nos com teu calor
Envolvendo-nos num abraço apertado,
esmagador...
Venha à nós grande corpo celeste!
Sejamos o alvo perfeito
Mostre-nos o poder por trás de tua expressão indiferente
À Ti dedico meus dias
Esperando o encontro fragmentado de nossos corpos em colisão.

(Nuit Engel- Para 2005 YU55)

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

D


Imensidão vazia
o ar gelado me rodeia
prende minha respiração e ataca meu corpo
Viagem interminável ao centro da alma
Uma melodia entorpecente me conduz
Sinto todas as sensações do universo
Estrelas cintilantes me guiam através de um tempo redefinido
Uma luz atormenta minha visão
Estou caindo num abismo
Pairando como uma folha seca de outono
meu corpo se distrai
perco minha alma por alguns segundos
Posso ver além dos mundos
Na aurora resplandecente
No vácuo do universo
Eu sou o infinito.

(Nuit Engel)

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Moon



Eu sou a criatura sibilante que secretamente enfeitiça
Suave brisa que controla teus pensamentos
A energia que o possui por completo
Meu corpo é estrela
Meus olhos negros são o universo

Faço com que se perca nessa imensidão sombria
Arrastando tua alma para uma interminável espiral

As noites são secretas e cheias de ilusão

Os dias são aconchegantes como a cama das silfides
onde teu corpo e tua mente descansam
para que à noite, mais uma vez, eu o possua por completo.


(Nuit Engel)

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Strange Girl in The Ashes

Na densa neblina uma estranha garota vive
Ela te provoca e afasta
Ela te agrada e te chama
Numa dança melancólica ela encanta e atrai
O mundo está queimando e ela dança sobre os destroços
As pessoas estão correndo, ela está parada
Ela te encontra e faz com que você se perca
Nas cinzas do que restou ela apenas dança
Dança lentamente enquanto todos gritam
Seus olhos de fogo estão vibrantes
Em sua alma reina um silêncio sepulcral
Ela apenas espera.


(Nuit Engel)

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Ma mort

Desculpe-me se pareço tão distante,
Perdi minha alma numa tempestade.
Entreguei meus olhos para um corvo
e meu coração para um demônio.
Passei muito tempo num deserto
Enfrentei gigantes e serpentes cósmicas.
Caí numa caverna escura,
Lutei bravamente contra um minotauro
Venci todos os fantasmas ali presentes
E justamente no topo de uma montanha
eu encontrei um vampiro
Àquele a quem entreguei minha vida.

(Nuit Engel)

"O Sonhador está Acordado. O Sonhador Come o Adormecido."


A Eternidade é agora,
eu sou a sua Vida e a sua Morte.

(Nuit Engel)

terça-feira, 13 de setembro de 2011


Glória e louvor a ti, Satã, nas amplidões
Do céu, em que reinaste, e nas escuridões
Do inferno, em que, vencido, sonhas com prudência!
Deixa que eu, junto a ti sob a Árvore da Ciência,
Repouse, na hora em que, sobre a fronte, hás de ver
Seus ramos como um Templo novo se estender!

Charles Baudelaire

Notturno (Eternidade)


Na noite escura um sussurro invade a alma
Sedução mortal em olhos de serpente
Terrível espectro da morte
cercando e almejando a vida eterna
Lábios entreabertos
respiração ofegante
Um desejo avassalador
corrompendo o invisível
Cortinas de organza balançando delicadamente
O vento úmido através de bosques solitários
Uma busca desenfreada pelo absoluto
Sou a noite
Mergulhe em meu corpo de estrela
Deixe-me mostrar-lhe o universo além das fronteiras
Uma sinfonia etérea
Mergulhados no profundo silêncio
Em êxtase profundo!

(Nuit Engel)



sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Escuridão

Escuridão, Escuridão...
Esta tormenta incessante
Um desafio carnal
O fio da navalha a percorrer meus pulsos
Sacrificando minha alma terei paz?
Te entrego minha carne,
Meu sangue,
E todas as pequenas lembranças do que não foi
Nesta hora sombria eu me desfaço daquilo que não preciso mais
Esvazio minha mente
Estou pronta para recomeçar
Escuridão total
Eu te enterro profundamente em mim.

(Nuit Engel)

Duo


Nós dormimos por tempo demais
Agora somos fantasmas em torno de uma sepultura
Os espelhos já não podem mais refletir
Quebramos todas as janelas de nossa alma
Uma viagem sem fim em direção ao desconhecido
Caminhando com calma
Enquanto as estrelas caem
A vida é o silêncio das almas perdidas
Nós somos a sombra do que costumava ser a realidade.

(Nuit Engel)